Logotipo Expressão Regional

Home Uncategorized

Violência infantil – Precisamos falar sobre isso !!!

14/08/2022

Cerca de 80% dos casos acontecem no ambiente familiar

Meus queridos e queridas, precisamos falar sobre isso :A cada hora, quatro crianças ou adolescentes sofrem violência, segundo organização de defesa dos direitos infantis. De acordo com balanço do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, em média, são cerca de 37 por dia.

Segundo os dados do Ministério, somente nos quatro primeiros meses do ano, foram registradas 4.486 denúncias de abuso sexual sofrido por crianças e adolescentes no Brasil. Apesar dos números serem altos, a pasta ressalta que os índices podem ser maiores, uma vez que apenas dez em cada cem casos de vulnerabilidade, coação e medo são denunciados.

Ainda segundo os dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, cerca de 75,9% dos casos de abuso ocorrem no ambiente domiciliar. Dentro desse total, em 40% dos episódios, são cometidos pelos próprios pais ou padrastos.

A pasta ainda mostra outro dado alarmante. Em 2021, dos 18.681 registros, quase 60% da vítimas tinham entre 10 e 17 anos. A violência contra meninas representa 74% dos casos. 

De 8.494 casos, a vítima e o suspeito moravam na mesma residência. Outros 3.330 aconteceram na casa da vítima e 3.098 na casa do suspeito.

Um levantamento do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unifec) mostra ainda que entre 2017 e 2020 foram registrados 179.277 casos de estupro ou estupro de vulnerável com vítimas de até 19 anos, uma média de quase 45 mil casos por ano. Crianças de até 10 anos representam 62 mil das vítimas nesses quatro anos, um terço do total.

Por isso, precisamos falar desse assunto com mais transparência. E fazer uma diferença em relação à situação da menina e da mulher. Nos últimos anos, tem se falado muito sobre violência contra mulher, inclusive violência sexual, o que não impede que os casos aconteçam.

É muito sério, é muito grave. Hoje, as vítimas de estupro no país são crianças de menos de 13 anos de idade. O país não aprendeu ainda falar de violência sexual contra crianças e adolescente. A violência é, na sua maioria das vezes, uma violência intra familiar, então fica mais difícil ainda falar, pois as meninas são quase 80% do total. Os casos envolvem vítimas entre 10 e 14 anos de idade, sendo 13 anos a idade mais freqüente.

Educação sexual e o papel das escolas

Além de ter um papel importante na educação sexual, as escolas ainda são fundamentais na descoberta de casos de violência sexual contra crianças. Em geral, os professores percebem comportamentos diferentes das crianças, além disso, as próprias vítimas procuram os educadores para contar situações de assédio.

Em maio deste ano, diversos alunos denunciaram terem sido vítimas de abuso sexual após assistirem a palestras sobre o assunto.

A pandemia da Covid-19 gerou um impacto nas denúncias de violência infantil. As aulas online reduziram o contato entre alunos e professores. Um estudo do Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP), do Instituto Sou da Paz, e da Unicef mostra que nos meses mais severos da crise sanitária houve maior dificuldade para a realização de denúncias.

O relatório divulgado no final de 2020 relevou que as denúncias de estupro de vulneráveis vinham crescendo nos últimos anos, mas, no primeiro semestre de 2020, apresentaram redução significativa (-15,7%), sobretudo nos meses de abril (-36,5%) e maio (-39,3%), em comparação ao mesmo período do ano anterior.

No primeiro semestre de 2020, os crimes em residências do Estado de São Paulo foram de 84%, tendo chegado a 88% no mês de maio, superando o percentual de 79% observado ao longo dos anos anteriores. O crime correspondeu a 75% do total de estupros registrados no Estado de São Paulo no primeiro trimestre, tendo as crianças como as maiores vítimas.

Mas devemos nos perguntar:

“Tivemos uma queda da denúncia de violência sexual. Isso significa que diminuiu a violência sexual contra crianças e adolescentes? Não. Significa que elas não foram notificadas.

Por que elas não foram notificadas? Porque as crianças não foram para escola.  A escola é um canal muito importante de denúncia!!!

Como denunciar ?

Casos de violência contra crianças e adolescentes podem ser denunciados pelo Disque 100.

Em 2021, 48,4% (9.053) das denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes, por meio do Disque 100, foram feitas de forma anônima.

Por isso, saiba ouvir e entender a criança: mudança de humor, irritabilidade, choros frequentes, isolamento… são alguns dos sinais que devem ser analisados .Fique atento e não se cale !!!!

Pequeno Polegar - Matrículas 2023
Horóscopo
Flavio Ricardo | Creative Retouch

©2024. Expressão Regional. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Avesso Digital