Logotipo Expressão Regional

Home Uncategorized

POR QUE FALAR SOBRE BATALHAS DE RIMAS?

07/06/2022

As Batalhas de Rimas, movimento cultural que ganhou forças no Brasil, devido a participação de milhares de jovens artistas que vem revolucionando o mercado da música, criando conceitos e movimentando um lifestyle insano na moda.

Atualmente as Batalhas de Rimas tem formado inúmeros artistas, hoje, consagrados na música, movimentando multidões por onde passam.

Por isso, resolvemos entrevistar o coletivo de jovens e organizadores da Batalha Na Arena, que acontece em Itapevi/SP.

Segue a entrevista:

Rodrigo Passarinho:

Primeiro para começarmos, conte um pouco sobre o que é A Batalha Na Arena?

Batalha Na Arena:
A Batalha Na Arena é um movimento cultural que proporcionamos por meio da cultura hip-hop. Esse movimento começou através de um sonho de 4 amigos, e sempre falávamos em realizar a Batalha, mas não só isso, nosso sonho era também em levar esse movimento para onde nós moramos como forma de apresentar a cultura em um local onde não tinha. Quando a Batalha foi criada, logo na primeira edição, fomos abraçados pela quebrada e pelos moradores que amam o rap, participando em todas as semanas. Nosso lema é: faça chuva ou faça Sol, a Batalha estará lá.

Rodrigo Passarinho:

Há quanto tempo o coletivo existe?

Batalha Na Arena:

1 ano e 03 meses.

Passarinho:

Por que resolveram criar A Batalha Na Arena?

Batalha Na Arena:

Um dos motivos foi para que os Mc’s talentosos, mas que não tinham reconhecimento, pudessem conseguir crescer, além disso, para que novos talentos na periferia do Vitápolis pudessem também serem reconhecidos. Onde a cultura do rap não havia chegado.

Rodrigo Passarinho:

Quantas edições já foram realizadas?

Batalha Na Arena:

Cerca de 51 edições, sem contar com as edições especiais.

Rodrigo Passarinho:

Qual a importância das batalhas para a sociedade, principalmente para a juventude?

Batalha Na Arena:

Acreditamos que as batalhas são importantes para a educação e conscientização, principalmente para os jovens. Mostrar também pra eles a responsabilidade em serem representantes no futuro. Eles estão nas ruas, nas comunidades, do debate público, defendendo seus direitos, presentes em espaços públicos culturais articulados por jovens dentro de seus territórios que vem trazendo um legado de autoafirmação através da manifestação e entendimento da sua identidade, em colocar em pauta as discussões como gênero e racismo.

Então damos incentivo sobre a Cultura em Itapevi, ajudando com que os jovens percebam e sejam acolhidos na arte sem precisarem se locomoverem para locais de vendas de drogas e também possibilitar a expressão do cidadão.

Rodrigo Passarinho:

Quais são seus maiores objetivos com a Batalha de Rima?

Batalha Na Arena:

A nossa maior meta é fazer com que os jovens da periferia sejam reconhecidos não só na cidade em que moram, mas também em todo o Estado de São Paulo e, consequentemente, no Brasil, mostrando o dom de rimar e expressar sua arte no movimento cultural de hip hop/rap no país.

Rodrigo Passarinho:

Atualmente quantos MC’s participam das batalhas?

Batalha Na Arena:

A quantidade de MC’s variam de acordo com cada dia, mas praticamente gira em torno de 15 a 30 artistas.

Rodrigo Passarinho:

O que esperam para o futuro?

Batalha Na Arena:

Nós do coletivo esperamos crescer ainda mais, incentivando mais o público a enxergarem e descriminalizar a cultura hip-hop. Sabemos que ainda muitos acreditam que o movimento do Hip-Hop é algo errado, por isso, estamos aqui para mostrar que essa não é a verdade.

Procuramos sempre criar e participar de projetos diversificados, além do Hip-Hop. Um bom exemplo disso é a nossa edição de Reggae que criamos para incluir outros movimentos culturais, dentro da batalha de rima, proporcionando o aumento de entendimento e participação do movimento cultural.

Rodrigo Passarinho:

Uma mensagem pra galera que acompanham vocês:

Batalha Na Arena:
Pô, a mensagem que eu gostaria de passar é na verdade um agradecimento a todos que estão colaborando e que colaboraram até agora, todos nós sabemos o quanto foi difícil para se manter até aqui, mas sabemos que ainda assim vamos conseguir com a coloração de todos. Gostaria de deixar também aqui descrito a ajuda do seu Edson que nos proporciona e ajuda com a energia elétrica para a realização das batalhas.

Pequeno Polegar - Matrículas 2023
Horóscopo
Flavio Ricardo | Creative Retouch

©2024. Expressão Regional. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Avesso Digital