Logotipo Expressão Regional

Home Variedades

Passaporte da vacina passa a ser obrigatório a partir do dia 1º em SP

31/08/2021

Comprovação de imunização contra covid-19 será exigida para acesso a eventos com mais de 500 pessoas, como congressos

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), anunciou que o passaporte da vacina passa a ser obrigatório a partir de 1° de setembro. O decreto foi publicado ainda no sábado (28). 

A partir do próximo mês, todos os eventos com mais de 500 pessoas ficam obrigados a exigir o comprovante de vacina com a primeira ou segunda dose, a depender da idade da pessoa, para acesso ao local.

Através do aplicativo E-Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde, os cidadãos vão ter acesso a um QR Code, que comprova a situação vacinal da pessoa. Já o estabelecimento responsável pelo evento, precisa acessar o link pelo site da prefeitura onde será possível ler a carteira digital do cliente para liberação do acesso.

Outra opção é utilizar a carteirinha física de vacinação contra a covid-19 para comprovar a imunização.

De acordo com o prefeito, a iniciativa pretende garantir mais segurança às pessoas contra a disseminação do coronavírus na cidade de São Paulo.

Vacinação

Ricardo Nunes acompanhou na manhã desta segunda-feira (30) o início da vacinação contra a covid-19 em jovens de 15 a 17 anos sem comorbidades na capital.

A ação ocorreu na UBS (Unidade Básica de Saúde) Veleiros, na avenida Calra Mantelli, na região de Interlagos, zona sul de São Paulo. A filha do prefeito, Izabela Nunes, de 15 anos, foi uma das primeiras adolescentes a se vacinar, acompanhada do pai.

Durante entrevista coletiva, o prefeito destacou as ações até então adotadas para a maior adesão do grupo à vacina. No domingo (29), as doses foram aplicadas em sete parques da cidade, além de megapostos e farmácias parceiras.

A campanha foi destinada aos adolescentes de 12 a 17 anos com qualquer comorbidade ou deficiência física permanente, além de grávidas e puérperas. Quem precisa tomar a segunda dose do imunizante também pode procurar os postos para se vacinar.

O prefeito ainda lembrou a importância da presença dos pais ou responsáveis pelos jovens no ato da vacinação. No caso de impossibilidade de acompanhamento, é preciso ir com um adulto e apresentar autorização assinada pelo responsável.

Segundo Nunes, a ação realizada no domingo vacinou pouco mais de 3.500 pessoas, o que representa que cerca de 26% dos adolescentes elegíveis já se vacinou.

Revisão do IPTU

Questionado sobre o envio à Câmara Municipal sobre os projetos de revisão da PGV (Planta Genérica de Valores), base de cálculo para o IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano), e da criação de uma taxa do lixo, Ricardo Nunes esclareceu como funcionarão as novas medidas.

O prefeito revelou que haverá o aumento do IPTU em algumas áreas da cidade e redução em outras, além da redução de alíquotas de ISS para alguns setores econômicos. Segundo ele, é necessário que haja uma correção dos valores a cada quatro anos. Para isso, é instituído um comitê permanente para cuidar das questões imobiliárias.

A exemplo, Nunes citou a alteração de valores em bairros onde foram construídas novas estações de Metrô, mas afirmou que cerca de 85% dos imóveis de São Paulo terão o valor de IPTU reduzido ou mantido.

O prefeito ainda anunciou que não haverá alteração das alíquotas que compõem o cálculo do imposto.

Sobre a nova taxa do lixo, Nunes informou que existe o Marco Regulatório dos Resíduos Sólidos que obriga prefeitos de todo o país a instituírem um financiamento dos resíduos sólidos para cuidar da questão ambiental da cidade. Caso não haja o financiamento, a prefeitura vai precisar indicar de onde irá retirar a verba.

  • Letícia Assis, da Agência Record
  • foto: FABIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL –


Pequeno Polegar - Matrículas 2023
Horóscopo
Flavio Ricardo | Creative Retouch

©2024. Expressão Regional. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Avesso Digital