Logotipo Expressão Regional

Home Itapevi

Mutirão contra mosquito Aedes está no Vitápolis

15/02/2022

Equipes ficam no bairro até sexta-feira e no sábado (19), seguem para o Jardim Dona Elvira

A Prefeitura iniciou no sábado (12), mais um mutirão contra o mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue, zica e chikungunya, nas ruas da Chácara Vitápolis. A ação permanece nesta região até sexta-feira e no sábado (19) as equipes continuam o trabalho nos Jardins Vitápolis e Dona Elvira.

A ação deve ser realizada em dias sem chuvas e acontecerá até abril. A cada sábado, as equipes iniciam os trabalhos em um bairro específico, visitando casa por casa.

Ao longo da semana, a visitação continua em todas as ruas daquela região. O trabalho consiste na conscientização dos moradores e na busca e eliminação dos focos do mosquito, com aplicação de larvicida e telagem de caixas d’água.

O mutirão teve início no dia 5 de fevereiro e começou pelo bairro de Amador Bueno. Em março, as regiões visitadas serão Chácara Santa Cecília, Jardim Rosemary, Parque Suburbano e Jardim Paulista.

Para garantir a eficácia dos serviços, o mutirão é formado por equipes de agentes de saúde e de limpeza, que trabalham em parceria com o caminhão Cata-Bagulho, que percorre as ruas recolhendo móveis velhos e sem uso, que acabam juntando água e facilitando a reprodução do mosquito.

Para o sucesso da ação é importante que os moradores recebam os agentes, prestem atenção às informações e abram suas casas para vistorias de potenciais criadouros do vetor. 

Dever de todos

O munícipe também deve contribuir com a redução da doença evitando recipientes com água parada através de medidas simples tais como: destinação correta do lixo, descarte de copos e garrafas que devem ser feitos em lixeiras e limpeza periódica das calhas.

Outras medidas são: tampar ralos e vasos sanitários, verificar os materiais inservíveis, que devem ser colocados para coleta pública, tampar os tonéis e caixas d´água, manter o lixo em sacos bem fechados, deixar garrafas sempre viradas de boca para baixo, eliminar o prato de vasos de plantas ou usar prato justaposto, limpar com escova ou bucha os potes de água dos animais, retirar a água acumulada atrás da geladeira ou da máquina de lavar, telar e tampar caixas d’água e não deixar acumular água em lajes, uma vez que a maior proliferação de larvas são encontradas nestes reservatórios.

Com hábitos diurnos, o mosquito se alimenta de sangue humano, sobretudo ao amanhecer e ao entardecer. A reprodução acontece em água limpa e parada, a partir da postura dos ovos pela fêmea em diversos criadouros.

Casos confirmados

Em 2021, foram confirmados 16 casos de dengue e dois casos de chikungunya.

Já em 2019 foram confirmados 67 casos de dengue e três de chikungunya. Nos últimos três anos, não houve registro de casos de zika.

O ano mais crítico de casos de dengue em Itapevi foi em 2015, quando 3.783 casos foram notificados e 2.125 confirmados. Na ocasião, cinco óbitos foram registrados. 

Foto: Willian Leite| Comunicação | PMI


Pequeno Polegar - Matrículas 2023
Horóscopo
Flavio Ricardo | Creative Retouch

©2024. Expressão Regional. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Avesso Digital