Logotipo Expressão Regional

Home Tribuna Livre

Leitor denuncia Supermercado de Itapevi, por venda de carne estragada

09/03/2021

O fato aconteceu nesta quarta-feira (09.03) no Supermercado Paraná em Itapevi

Da Redação:

Na tarde desta quarta-feira (09.03), o leitor Janderson Souza, morador da Vila Santa Rita em Itapevi, entrou em contato com a nossa redação, após passar por uma situação desagradável no Supermercado Paraná, localizado na Rodovia Eng. Rene Benedito da Silva, jardim Marina em Itapevi.

Segundo Janderson, ao comprar algumas peças de carne embrulhadas a vácuo da marca Friboi, percebeu um aspecto meio esverdeado no produto, e foi conferir a data de validade. Para sua surpresa, o Supermercado havia remarcado a data de validade de origem do produto, infelizmente, um fato rotineiro, que costuma estampar capas de jornais e programas de TV.

Podem observar que o produto já possui quase 04 meses de foi processado e embalado pela empresa responsável.

Ao procurar a gerencia do estabelecimento, uma mulher a qual não disse seu nome, mas se apresentou como gerente, disse que foi apenas um erro cometido e que errar é humano. Pasmem… “Erar é humano”!

Janderson disse que eram mais de 13 peças com o mesmo problema: Data de fabricação e de validade remarcada por algum funcionário do estabelecimento.

Segundo o leitor, Foram em torno de 13 peças encontradas com a data alterada pelo estabelecimento

Ficamos estarrecidos com tal situação de falta de respeito com o consumidor. Estão brincando com a saúde das pessoas. Como se já não bastasse os preços mais que abusivos que já enfrentamos, ainda temos de levar produtos vencidos para a nossa casa, para nossa família e nossos filhos.

Segundo Janderson, outras pessoas já tinham levado o produto para casa:

“É uma vergonha este tipo de situação. Imaginem quantas pessoas já tinham levado este produto estragado para os seus lares, acreditando estar comprando algo de qualidade para sua família. É um caso de saúde pública. Imagina você ir no hospital e tomar uma injeção errada por “engano”. È a mesma coisa. Isso não é resposta que se de para uma coisa tão séria como esta.”

Tentamos entrar em contato com algum responsável pelo supermercado por telefone, mas não conseguimos até o fechamento da matéria.

Flavio Ricardo | Creative Retouch

©2022. Expressão Regional. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Avesso Digital