Logotipo Expressão Regional

Home Uncategorized

Itapevi e suas lindas Quermesses!

19/06/2019

As festas juninas foram trazidas para o Continente Americano, pelos portugueses e espanhóis, com o objetivo de comemorar o sucesso da colheita, sempre trazendo muita música típica, comida, bebida e muita alegria.

Neste caso a igreja católica observou a oportunidade de tambem celebrar a data de três santos; Santo Antônio (13 de junho), São João (24 de junho) e São Pedro (29 de junho), tornando o evento ainda maior e mais tradicional, tendo como exemplo as tradicionais e gigantescas festas realizadas principalmente da região nordeste do Brasil. Eventos que com o passar do tempo se tornaram verdadeiros shows reunindo milhares de pessoas em super produções.

Na nossa Itapevi não foi diferente, e nesta época as famosas “quermesses” tomam as praças e ruas de nossa cidade.

Me encho de emoção ao lembrar da realização das grandes Quermesses em nossa cidade com a presença e organização de figuras ilustres como; Padre Romeu Mecca, irmão Francisco, Amim, Fiori Belli, Argemiro, Messias, Antonio Dentista e tantos outros amigos.

Lembro como se fosse hoje, da barraca de pastel gerenciada por dona Emília Rossi, a procissão pelo Agemiro, Dionísia e Feres.

A barraca do coelhinho pelo irmão Francisco, o salão de bailes do CJC pelo amigo Nasi, nossa! Como era gostosa a quermesse de São Pedro.

A Praça XVIII de Fevereiro tambem foi palco de lindas quermesses, com danças típicas e muita animação.

Eram semanas lá na na Capela de Santo Antônio do Morro, com os festeiros; Zico, Lino Piazza, Bene Chaves, Marcucci, Almi (Lamparina) e tantos outros…

Construíam as barracas de madeira e bambu para receber as prendas, bingos, bandas, leilão, coelhinhos, correio elegante, comes e bebes dos mais variados.

Todos se reuniam no patio da capela para um verdadeiro encontro de fé, repeito, amizade em uma verdadeira interação comunitária.

Já na igreja São Judas Tadeu, que tambem tem como santo padroeiro São Pedro, o leiloeiro Benedito de Abreu estrondava anunciando os festeiros que se dedicaram para organizar toda festa; os amigos Célio, Sid e Silas, os bailes animados pelas bandas The Saindy e The Hellos, tudo anunciado no serviço de auto falante, mobilizava a todos e deixa povo animado para o início das festividades.

Imagina todos empenhados em recolher madeiras e bambus para fazer o fechamento e ornamentação da praça para que se desse início as tão aguardadas festividades.

Quantas emoções!!!

Não poderia deixar de mencionar tambem as outras quermesses que aconteciam em outros cantos da cidade, como a quermesse na Capela de São Benedito no Jardim da Rainha, Três Cruzes e Dancy nas 04 Encruzilhadas, Comunidade Medianeira no Cardoso, San Genaro no Areião, São José na rua Lázaro Toledo na Cohab, quermesse da ACEI e nas escolas que hoje são realizadas em praticamente todas as escolas municipais de nossa cidade.

Hoje a cidade está resgando aos poucos esta tradição das quermesses de rua, onde podemos destacar o Arraiá realizado em 2018 pela Prefeitura de Itapevi através do então Departamento de Cultura, onde percorremos a cidade com centenas de crianças jovens estudantes das escolas municipais de dança, teatro, circo, artes e música, até a Praça XVIII de Fevereiro, encerrando com uma grande Quadrilha que contou tambem com a presença dos amigos da melhor idade.

Gostou?

Participe de nossa coluna. Envie suas sugestões para a redação do Jornal Expressão Regional pelo e-mail: contato.jornaleritapevi@gmail.com

Legenda da foto:
Festa Junina da Paróquia Cristo Rei, em frente a Paróquia. Possivelmente final da década de 60. Foto publicada por Carlão Goulart no Grupo Lembranças de Itapevi no facebook

Pequeno Polegar - Matrículas 2023
Horóscopo
Flavio Ricardo | Creative Retouch

©2024. Expressão Regional. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Avesso Digital