Logotipo Expressão Regional

Home Cultura e Lazer

Dragon Ball Z Kai deve estar disponível na Netflix a partir de novembro

23/10/2019

Os fãs de anime estão sendo muito bem tratados pela Netflix. Tudo indica que o anime Dragon Ball Z Kai passará a fazer parte da plataforma de streaming em novembro.

A versão mais direta e renovada de Dragon Ball Z chegou a ser exibida no Brasil e é lembrada por cortar a maioria dos “fillers” do anime original, além de contar uma qualidade de imagem e animação superior.

A informação é do site Filmes Netflix, que coloca o anime entre as novidades do mês de novembro, mais precisamente no dia 15.

A plataforma da Netflix praticamente confirmou a informação através de uma página provisória de Dragon Ball Z Kai, que já foi retirada do ar, mas, aparentemente, existe.

A série começou a ser exibida no Japão em 2009 e inicialmente iria adaptar o anime até a saga de Cell, mas o sucesso fez com quem toda a história fosse recontada, até a saga de Majin Boo.

Apesar de ser visualmente superior em qualidade, Dragon Ball Z Kai sofreu um pouco no Brasil com questões de dublagem. Nem todas as versões tiveram o elenco clássico reunido, o que causou muitas reclamações por parte dos fãs.

Sobre Dragon Ball

Dragon Ball, de Akira Toryiama, é a franquia japonesa de mangá e anime mais famosa no ocidente. O mangá começou a ser publicado inicialmente em 1984, com os primeiros episódios do anime chegando em 1986. Hoje já existem várias sequências dos dois formatos, além de especiais para a TV e 20 filmes animados que crescem em popularidade a cada lançamento.

A história original de Dragon Ball mostra o menino Son Goku, criado pelo avô adotivo, que embarca em uma viagem para reunir as 7 Esferas do Dragão, que quando juntas permitem a invocação do dragão Shenlong, que pode conceder qualquer desejo a quem o invoca. Goku possui uma cauda de macaco e uma força descomunal, o que seria explicado em Dragon Ball Z, parte da história onde ele já é adulto.

Dragon Ball Z marca uma transição drástica no estilo da história, que perde a característica de aventura para focar em batalhas e artes marciais. Nessa fase Goku descobre que não é humano, mas sim um alienígena da raça dos saiyajins. Após Dragon Ball Z, foi lançado o anime Dragon Ball GT, criado pela Toei. Hoje essa fase é considerada não canônica.

Em 2015, a história de Goku continua oficialmente em Dragon Ball Super, cujo anime terminou em 2018. No mangá, agora desenhado por Toyotaro, sob supervisão de Toriyama, Goku e seus amigos continuam enfrentando guerreiros cada vez mais poderosos.

fonte e foto: einerd.com.br


Flavio Ricardo | Creative Retouch

©2022. Expressão Regional. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Avesso Digital