Logotipo Expressão Regional

Home Uncategorized

Clube Vale do Sol

03/04/2019

Foi com um misto de saudade que passei alguns momentos relembrando os inúmeros fins de semana que passamos no hoje, desativado, Clube Vale do Sol.

Muitos vão recordar do fantástico espaço de lazer construído por Carlos de Castro, em uma pacata Itapevi, ainda Distrito de Cotia.

Um Clube completo com opções para toda a família, com piscina, churrasqueira, quadras poliesportivas, salão de festas, restaurante, lagos e, até parquinho.

No início de suas atividades, inúmeras famílias vindas de outras cidades da região e até da capital, desembarcavam dos trens da antiga Companhia Sorocabana e, atravessando a ponte sobre o Rio Barueri -Mirim, caminhavam pela rua Joaquim Nunes em direção ao Jardim da Rainha, onde se situava o Vale do Sol.

Vinham em busca de lazer e convívio social, onde passavam inesquecíveis finais de semana.

Com o passar do tempo o local passou a ser um verdadeiro Clube de Campo, passando a tambem admitir associados.

A família itapeviense passou a frequentar o local de forma entusiasmada. Foram formadas várias “turmas”, a dos mais velhos com os irmãos Pedro e Nori, mais Divino, Samir, Zé do Branco, Célio (Ita Imóveis), Mauricio Bechara, Borges, Índio, Zé Miguel, Miguel das Véias, Zé Roberto (Marinheiro), Olinda Pinto, Nancy Vaz, Angela Prearo, Magda, Julinho Souza Mello, dentre outros…

Outra era formada por Rosário, Victor Hugo, Malaquias e Robertinho, Já a dos mais novos, era formada por João Gordinho, Tonho, Toledão, Tidão, Tadeu, Rubens Michelotti, e Lelé Barbeiro. Os craques de nossa cidade passavam o domingo atrás da bola, se divertindo entre o futebol de salão sob o comando de Walter Vaz (Queixada), e os atletas do futebol de campo, dirigidos com maestria por Zé Bernardes.

Recordo, com imensa nostalgia, os grandes e inesquecíveis bailes ali realizados, comandado pela banda musical Hellos, formada pelo baterista João Rosquinha, Hélio Onça, Paulão e Nilo, som que embalou muitos casais apaixonados. Muitos encontros se iniciaram , mas, outros tantos tambem terminaram.

Ao cair de tarde de domingo era o momento de voltar pra casa depois de um dia repleto de amizade, lazer e alegria, mas ainda restava a obrigatória passagem pela casa do Tio Ricardo Maldonado, (pai da Ana Izolete).

Triste foi decorrente da especulação imobiliária desenfreada, o fim de nosso tão gostoso Clube Vale do Sol.

Pequeno Polegar - Matrículas 2023
Horóscopo
Flavio Ricardo | Creative Retouch

©2024. Expressão Regional. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Avesso Digital